Etiquetas

,

Esta semana sofri de um desejo avassalador (uau, isso ficou poetico!)… de comer pão de queijo! Aparentemente, saudades de casa começam pelo estomago 🙂

Hoje estava teclando com o Jeb -um brasileiro que por acidente nasceu no Canada e agora que mora em Ontario- e ele mencionou que lá é tranquilo encontrar a assa pronta e que a esposa faz com frequencia…  mas isso é coisa de cidade grande! Aqui, lá fui eu garimpar polvilho numa loja de produtos latinos.

Como ando super sedentaria, decidi ir a pé pois, de acordo com o google maps padroeiro, a loja fica ha uns 3.5 km daqui. Imprimi o mapa e… me perdi! Encontrei um senhor anglofono mega gentil que a proposito tinha um GPS e me indicou o caminho e… me perdi novamente (caramba, meu senso de orientação é vergonhoso!). Ligo pro Arnaldo e passo a passo me dá dicas até achar a dita rua (nessas alturas, já faziam umas duas horas que estava batendo perna).

A receita que encontrei na internet e decidi experimentar é essa (coloco o texto integral com meus comentarios e azul)

Pão de queijo

500g polvilho doce
5 ovos grandes (coloquei 4)
150g queijo parmesão ralado (coloquei 160)
1 copo de leite
1 copo de água
3/4 copo de óleo
1 colher (sopa) rasa de sal

Coloque o leite, a água e o óleo para ferver. Quando levantar fervura, despeje sobre o polvilho que deverá estar num recipiente. Misture muito bem até formar um bolo de massa dura. (obs: a massa fica dura pra caramba e queimei as pontas dos dedos) Deixe esfriar. Quando a massa estiver fria, vá adicionando os ovos um a um. Vá sovando em a cada adição. A massa fica grudando nas mãos mesmo (obs: fica ridiculamente grudenta!). Junte o queijo ralado e o sal e misture bem. Faça bolinhas com as mãos untadas com óleo ou vá despejando às colheradas sobre uma assadeira forrada com papel manteiga (cooking sheet) (como o papel que tenho em casa é um que comprei no Dollarama e que pega fogo no forno, pedi pro Arnaldo esfregar manteiga na forma e funcionou) . Deixe as bolinhas bem separadas uma das outras porque cresce bastante (na verdade, não crescem muito não ou o que faz crescer é o quinto ovo que ignorei) . Leve ao forno quente pré-aquecido até corarem levemente (aqueci o forno a 375F e assei por 25 min). As bolinhas podem ser congeladas cruas e assadas congeladas mesmo na hora que bater aquela fominha ou se aparecerem visitas surpresa! (que visita que nada! vou dar uns 2 pro Arnaldo comer o resto tudo sozinha!!! hehehe…) Bon apetit!!!

Não ficaram exatamente como os servidos no café da manhã no McDonald’s (no Brasil, é claro!), mas ficaram muito decentes 😀

Enquanto teclo, estou comendo pães quentinhos com uma xicara de café feito na hora. Devo confessar que neste exato momento estou de ótimo humor! Ótimas coisas simples da vida! 😀

Anúncios