Etiquetas

,

Ok, quando a gente ouviu essa história que quebéca que é quebéca gosta mesmo é de se mudar, a gente 1) não acreditou, 2) achou tudo isso muito estranho e, finalmente 3) fez bastante piada… mas vejam só como são as coisas… estamos pra entrar no nosso quarto ano nessas terras e estamos buscando nosso quarto ap. Resumindo, a gente ainda que não acredita, a gente continua achando isso muito estranho e, finalmente, a gente já começou até a arriscar algumas piadas, mas dessa vez sobre nós mesmos! aiaiaiai…

Bem, quem visita o blog ha mais tempo, vai saber que o nosso primeiro apartamento aqui foi bem ruinzinho ( culpa de um vizinho maldito que desafiou nossa sanidade… e autodomínio também). Assim sendo, mudamos. O segundo ap até que era legal, bem localizado e com  vizinhos  comportados (além disso, tinha uma vista do por do sol absolutamente linda). E tudo estava bem até vermos o que se tornaria o terceiro… ahhhh… foi amor a primeira vista. Nem estavamos procurando, mas quando vimos, era tudo o que tinhamos imaginado. Bairro super tranquilo, perto de tudo, no segundo andar de um duplex (um casal aposentado mora no ap aqui em baixo ha mais de 15 anos) e recentemente renovado. Assim sendo, naturalmente, mudamos…

Logo que nos instalamos aqui, disse pro proprietário que, se ele topasse, assinávamos um contrato pelos próximos 40 anos. Sabem que, depois da minha infancia, pela primeria vez, voltei até a plantar uma hortinha! O que acabou sendo um tremendo fiasco porque achei um tédio esperar semanas pra ter uns tomatinhos de nada… na realidade, acho que o legal quando era pequenininha era que a mamis que fazia o trabalho pesado e nos dava a maior moral quando iámos colher algo… no final das contas acabavamos acreditando que tinhamos ajudado também. Coisas de mamis fofa… 😉

Mas voltando ao assunto. Uma bela sexta feira quando chegamos do trabalho, tem uma placa muito da suspeita aqui na frente anunciando que a casa tava a venda. OPS! Como assim? Que audácia é essa? Nos restou ficar na torcida que o proximo proprietário comprasse pra investir e nos deixasse ficar por aqui.

Vejam que interessante, aqui, ao comprar um imóvel onde já morem inquilinos, o novo proprietário só pode pedir pra saírem em algumas situações específicas: 1) pra ele(a) mesmo for morar, 2) para membros da família imediata morar (pais, filhos e avós), ou 3) no caso de reformas importantes previstas no imóvel. Caso contrário, os inquilinos estão protegidos por lei a continuar onde estão, pagando o mesmo aluguel (que pode eventualmente ser gradualmente corrigido, se o novo proprietário fizer melhorias no imóvel).

Pro nosso absoluto pé frio (mais bota frio nisso!), uma senhora comprou o imóvel com a filha. A senhora vai morar onde hoje é o nosso lar doce lar, e a filha vai morar embaixo com a família dela. E nós??? Bem, a gente voltou aos classificados…. brrrrrrrrrr….

E pra quem está se perguntando, “mas vocês não pensaram em comprar esse imóvel?” Ainda não chegou a nossa hora. Mais isso fica pra outro post. 😉

Uma ótima semana a todos!

Anúncios